"A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada." (Edmund Burke)

*Pulsares Recentes:

* Levar

* Respira

* Páscoa

* Hóspede não convidado...

* Remar, Remar...

* Forte

* 90 Metros (Uma Historia d...

* Canção da Terra

* Perseguindo Carros

* Palavras

* Dilúvio

* ANJO

* Lamento Recente

* O Homem Invisível

* Começar!

* O Templo

* A música que merecemos...

* DOMINGO SANGRENTO DOMINGO

* Li

* As Pessoas são Estranhas

* INICIAR

* DESORDEM

* Navegue ...

* Estranho

* Não Existo…

* LUKA

* África...

* O PRIMEIRO DIA

* Tu tens um amigo...

* Um

*Pulsares Remotos:

* Julho 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Outubro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

*Raios de:

Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

ANJO


Tive um anjo nos meus braços,

paraíso frágil de asas abertas,

alimentei-o de amor e laços.

 

Era um anjo de verdade,

veio do céu em descobertas,

em mim nasceu a felicidade.

 

Um anjo nos meus braços,

sorri, amei um amor divino,

preencheu a luz e os espaços,

cantou a um amor terreno um hino.

 

Ela partiu para dentro de mim,

uno em espírito e alma de amor,

Maria um anjo num lindo jardim,

deixas-te em mim a mais bela flor.

Pulsar

 

 

Noites em Cetim Branco.

 

Noites em cetim branco.

Nunca chegam ao fim.

Cartas que eu escrevi.

Que nunca enviei mas senti.

 

A beleza que tinha perdido para sempre.

Antes de ver com estes olhos

O que é a tua verdade

Eu não podia dizer outra coisa se não

 

Que te amo.

Sim como eu te amo.

Oh! Como eu te amo.

 

Contemplando as pessoas.

Algumas de mãos dadas.

Por aquilo que passei 

Elas não podiam entender.

 

Alguém me tentou dizer

Com conselhos para me proteger

Se não recuperares e seguires.

Estarás a caminho do fim.

 

E eu te amo.

Sim eu te amo.

Oh! Como te amo!.

Oh! Como te amo!.

 

Noites em cetim branco.

Nunca chegam ao fim.

Cartas que eu escrevi.

Que nunca enviei mas senti.

 

A beleza que tinha perdido para sempre.

Antes de ver com estes olhos

O que é a tua verdade

Eu não podia dizer outra coisa se não

 

Porque eu te amo.

Sim como eu te amo.

Oh! Como eu te amo.

 

 

Sinto-me: Uma Frequência de Amigo...
Música: Declan Galbraith - Nights In White Satin
Por Pulse às 23:01
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Eclipse...



Sou o teu e o meu convidado Indesejado...

*Mais sobre um Pulsar


Correio de Frequências

*Procurar um Pulsar

 

*Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
RSS