"A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada." (Edmund Burke)

*Pulsares Recentes:

* Levar

* Respira

* Páscoa

* Hóspede não convidado...

* Remar, Remar...

* Forte

* 90 Metros (Uma Historia d...

* Canção da Terra

* Perseguindo Carros

* Palavras

* Dilúvio

* ANJO

* Lamento Recente

* O Homem Invisível

* Começar!

* O Templo

* A música que merecemos...

* DOMINGO SANGRENTO DOMINGO

* Li

* As Pessoas são Estranhas

* INICIAR

* DESORDEM

* Navegue ...

* Estranho

* Não Existo…

* LUKA

* África...

* O PRIMEIRO DIA

* Tu tens um amigo...

* Um

*Pulsares Remotos:

* Julho 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Outubro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

*Raios de:

Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

LUKA

“De acordo com a Organização Mundial de Saúde, uma em cada três meninas e um em cada sete meninos são sexualmente abusados na infância entre as idades de recém-nascidos e dezoito anos.

Os ofensores são na grande maioria homens heterossexuais conhecidos da vítima.

Estão entre eles, aqueles que deveriam ser representantes de referência de amor, confiança, respeito e protecção. Os maiores abusadores, queira acreditar ou não, são o próprio pai da vítima.

Outros membros da família como padrastos, irmãos, avós, e primos, são também encontrados como abusadores, no primeiro grupo. Num Segundo grupo, encontramos pessoas que mantém contacto com crianças, como professores, médicos, padres, amigos da família e também estranhos.

Embora raro, também é sabido que mulheres possam abusar sexualmente de crianças. Estas incluem babas, avós, tias ou outras mulheres na família e até mesmo a própria mãe.

Abuso sexual na infância acontece em qualquer família. Não faz diferença entre classes sociais, educação, religião, raça, sexo ou mesmo a aparência da criança.

Nível de inteligência, ou situação financeira, não são relevantes para as probabilidades de que alguém seja um abusador.   Abuso sexual na infância não acontece somente em “bairros pobres” ou famílias pobres ou de pais sem educação.

Não importa se é considerado de “Boa Família”. Abusadores em potencial não podem ser enquadrados em uma classificação. Poderia ser qualquer pessoa que parece normal, sem atitude suspeita!

Um homem com origens numa família católica, de classe média, de uma cidade do interior, casado e tendo um nível superior de educação. Pertencente a uma família que sempre foi considerada de gente boa e respeitada na comunidade. Entretanto, esse homem e pai é um pedófilo que vem abusando de inocentes, secretamente, há mais de 50 anos!”

Comecei este meu post com esta notícia publicada recentemente num relatório na referida ONG e comunicada aos média. Tento por vezes perceber e mesmo entender este fenómeno, não consigo, a juntar a este fenómeno, outros se seguem, como o aumento da violência contra as mulheres e o aumento da pobreza, fenómenos que infelizmente tendem a aumentar em vez de diminuir, o que eu não percebo é como é possível, tendo o Homem do século XXI todos os recursos, como sejam: psicólogos, sociólogos, pediatras e todo o manancial de conhecimento sobre o comportamento do ser humano, a facilidade de acesso aos mesmos, a juntar a tudo isso a rapidez da informação da transmissão de conhecimentos e experiencias, afinal o que falta? não sei, sou um simples cidadão do mundo, não sou génio nem sábio, nem estudei para tal, mas continuo a perguntar o porquê de tal violência e pobreza, por vezes fico farto dos mesmos argumentos: egoísmo, hipocrisia, ganância, arrogância, materialismo, que por vezes fico com a sensação de serem palavras apenas banais e banalizadas pelo tempo e as dizemos com uma certa apatia e sedentarismo onde afinal nada nos afecta até chegar ao dia em que nos bate à porta, não podemos apenas resumir tudo isso a meras palavras é muito mais que isso, é talvez uma questão de consciência pessoal e colectiva também, é uma questão de justiça pessoal e colectiva, é uma questão compaixão e de afinidade ao outro, é uma questão de liberdade, de amizade, de preconceitos e sobretudo de amor. Se deixarmos avançar toda essa violência silenciosa. toda essa pobreza material e espiritual então é provável que vivamos num mundo traumatizado e angustiado onde será fácil perder toda a liberdade e lucidez até ao dia em que um louco carregue num qualquer botão e declarar a ultima das guerras, enquanto isso não acontece vivo com a esperança que um dia a Humanidade entenda a verdadeira liberdade, porque como diz esta frase:


“A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada. (Edmund Burke)


Meu nome é Luka
Eu moro no segundo andar
Eu moro bem por cima de ti
Sim, acho que já me vistes antes
Se ouvires alguma coisa de madrugada
Algum tipo de problema, algum tipo de luta
Não me perguntes o que aconteceu
Não me perguntes o que aconteceu
Não me perguntes o que aconteceu

Acho que é por que sou desastrado demais
Tento não falar alto demais
Talvez seja por que sou um pouco louco
Tento não me comportar de uma maneira muito orgulhosa
Eles batem-te só até tu chorares
Depois disso, não perguntes o porquê
Simplesmente não discutas mais
Simplesmente não discutas mais
Simplesmente não discutas mais

Sim, acho que estou bem
Dei outra vez com a cara na porta
Se me perguntares, é o que eu vou dizer
Seja como for, tu não tens nada a ver com isso
Acho que gostaria de ficar sozinha
Não tenho nada partido, não há nada de errado
Só não me perguntes como estou
Só não me perguntes como estou
Só não me perguntes como estou

Eles batem-te só até tu chorares
Depois disso, não perguntes o porquê
Simplesmente não discutas mais
Simplesmente não discutas mais
Simplesmente não discutas mais
Sinto-me: Luka...
Música: Suzanne Vega - Luka
Por Pulse às 22:10
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Eclipse...



Sou o teu e o meu convidado Indesejado...

*Mais sobre um Pulsar


Correio de Frequências

*Procurar um Pulsar

 

*Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
RSS