"A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada." (Edmund Burke)

*Pulsares Recentes:

* Levar

* Respira

* Páscoa

* Hóspede não convidado...

* Remar, Remar...

* Forte

* 90 Metros (Uma Historia d...

* Canção da Terra

* Perseguindo Carros

* Palavras

* Dilúvio

* ANJO

* Lamento Recente

* O Homem Invisível

* Começar!

* O Templo

* A música que merecemos...

* DOMINGO SANGRENTO DOMINGO

* Li

* As Pessoas são Estranhas

* INICIAR

* DESORDEM

* Navegue ...

* Estranho

* Não Existo…

* LUKA

* África...

* O PRIMEIRO DIA

* Tu tens um amigo...

* Um

*Pulsares Remotos:

* Julho 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Outubro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

*Raios de:

Quarta-feira, 28 de Novembro de 2007

Brain Damage (Lesão Cerebral)

Esta é penúltima faixa do álbum dos Pink Floyd “The Dark Side Of The Moon”, “Brain Damage” (Lesão Cerebral), retrata a rotura e a fuga à realidade, leva-nos à insanidade por assim dizer, ao isolamento, um retrato bem real dos nossos dias, neste tema está patente a influencia e ainda a principal fonte de inspiração no espectro de seu ex-guitarrista e fundador da banda, Syd Barret que havia sido afastado por problemas psicológicos causados pelo uso maciço de drogas. Com efeito, ”, “Brain Damage”, composição de Roger Waters é uma homenagem a Syd Barret, é uma extraordinária reconstituição do seu universo artístico, que se presta, e não por acaso, à descrição da sua alienação. É uma evocação musical atormentada, este ”, “Brain Damage”, pontuada de gargalhadas e de refrões majestosos, onde os coros femininos tendem a elevar sem fim a evocação deste lunático que os Pink Floyd esperam encontrar um dia «na face oculta da lua»! Espero que gostem, vamos ouvir…

 

IX

Lesão cerebral

“Brain Damage”

 

 O lunático está sobre a relva

O lunático está sobre a relva

Recordando jogos, Grinaldas de margaridas e risos

Que matem os loucos no caminho

O lunático está no vestíbulo

O lunático está no vestíbulo

O jornal tem as suas faces dobradas para o chão

E todos os dias o rapaz dos jornais trás mais

E se a barragem rebentar demasiado cedo

E se não houver lugar lá em cima na colina

E se a tua cabeça explode com sombrios pressentimentos

Encontra-te-ei na face oculta da lua

O lunático está na minha cabeça

O lunático está na minha cabeça

Levantas a lâmina, efectuas uma mudança

Refazes-te até que eu fique bom

Fechas a porta à chave

E deitas a chave fora

Há alguém na minha cabeça mas não sou eu

E se a nuvem explode, um trovão nos meus ouvidos

Gritas e ninguém parece ouvir-te

E se a banda em que estás começar a tocar tons diferentes

Eu te verei na face oculta da lua

 

 

“Não consigo pensar em nada para dizer excepto...

Penso que é maravilhoso! Ha Ha Ha!”

Sinto-me: Lesionado
Música: Pink Floyd - Brain Damage
Por Pulse às 23:19
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Eclipse...



Sou o teu e o meu convidado Indesejado...

*Mais sobre um Pulsar


Correio de Frequências

*Procurar um Pulsar

 

*Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
RSS