"A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada." (Edmund Burke)

*Pulsares Recentes:

* Levar

* Respira

* Páscoa

* Hóspede não convidado...

* Remar, Remar...

* Forte

* 90 Metros (Uma Historia d...

* Canção da Terra

* Perseguindo Carros

* Palavras

* Dilúvio

* ANJO

* Lamento Recente

* O Homem Invisível

* Começar!

* O Templo

* A música que merecemos...

* DOMINGO SANGRENTO DOMINGO

* Li

* As Pessoas são Estranhas

* INICIAR

* DESORDEM

* Navegue ...

* Estranho

* Não Existo…

* LUKA

* África...

* O PRIMEIRO DIA

* Tu tens um amigo...

* Um

*Pulsares Remotos:

* Julho 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Outubro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

*Raios de:

Sábado, 22 de Setembro de 2007

Amor & Posse

O tempo cicatriza mas não cura

as mais dolorosas feridas da posse,

o tempo mastiga uma dose dura,

em papel timbrado a emposse.

 

Quem sabe o que é o amor,

possuindo-o em vez de o partilhar,

no labirinto confunde-se a dor,

da posse pelo amor sem olhar.

 

Já dei o que não tinha,

e desfiz o que não fiz,

inventei esta criancinha,

e pintei o céu com um giz.

 

Meu coração parou de bater,

encerrou-se em correntes,

numa sentença sem absolver,

o sonho, o amor e as nascentes.

 

Se queres o meu amor

não o queiras possuir,

irei saber a diferença na flor,

num espinho que pode ferir.

 

Nunca mais me irei apaixonar,

meu amor não é um tratado,

como numa cimeira, e abdicar

do ser mais profundo e estrelado.

 

Irei sim, amar e mais partilhar,

fantasiar numa bela sensualidade,

nada em troca quero dar

mas fazer desejar a afinidade.

 

Dar sem nada esperar,

receber sem nada oferecer,

no mais profundo olhar

incondicional, irei viver.

 

Saberás ver uma só diferença,

entre o amor e a dor da posse,

no amor verdadeiro há uma crença,

todos os dias uma diferente dose.

 

Saberás tu amar sem necessidade de possuir,

possui antes a arte da fantasia da sensualidade,

possui antes a fúria de ser-se amado e sorrir,

possui antes o êxtase de amar em liberdade.

Sinto-me: Sem Posse
Música: Chris Isaak - Black Flowers
Por Pulse às 11:13
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Eclipse...



Sou o teu e o meu convidado Indesejado...

*Mais sobre um Pulsar


Correio de Frequências

*Procurar um Pulsar

 

*Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
RSS