"A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada." (Edmund Burke)

*Pulsares Recentes:

* Levar

* Respira

* Páscoa

* Hóspede não convidado...

* Remar, Remar...

* Forte

* 90 Metros (Uma Historia d...

* Canção da Terra

* Perseguindo Carros

* Palavras

* Dilúvio

* ANJO

* Lamento Recente

* O Homem Invisível

* Começar!

* O Templo

* A música que merecemos...

* DOMINGO SANGRENTO DOMINGO

* Li

* As Pessoas são Estranhas

* INICIAR

* DESORDEM

* Navegue ...

* Estranho

* Não Existo…

* LUKA

* África...

* O PRIMEIRO DIA

* Tu tens um amigo...

* Um

*Pulsares Remotos:

* Julho 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Outubro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

*Raios de:

Domingo, 29 de Julho de 2007

Dei boleia a um anjo…


Um dia dei uma boleia a um anjo, no inicio não me parecia, pois não tinha asas nem auréola, parecia-me uma pessoa normal, perguntei-lhe para onde ia, ao contrário de uma resposta normal o anjo perguntou-me qual era o meu destino e eu disse-lhe que não sabia bem, não faz mal porque eu também não sei para onde ir, no entanto podemos ir por esta estrada fora, ele entrou, intrigado pareceu-me, perguntou-me, porque andas a esta hora sozinho conduzindo, pelo prazer que me dá conduzir e ao mesmo tempo ouvir musica e apreciar as coisas, disse-lhe eu, gostas de musica, sim, disse eu, ela é uma companhia fiel que me acalma o espírito e consola a alma, por vezes perturbada pelos vazios escuros que a vida nos trás, afirmei eu, perguntei-lhe o que fazia e porque está ali a essa hora pedindo boleia, ele disse-me que era um anjo, ao principio pensei que seria algum louco que estaria ali ao meu lado, mas contive-me e nem lhe perguntei se ele teria algum poder especial, em vez disso perguntei-lhe porque estava ali ao qual ele respondeu, por vezes é necessário descer à terra ou subir da terra, como queiras, sabemos tudo sobre cada um de vocês, os vossos sonhos, medos, angustias, alegria, mas acima de tudo sabemos o que são por dentro, perguntei-lhe com algum receio qual era a missão dele ali ao pé de mim, nada especial, apenas te faço companhia, afirmou ele e continuou, sei que és uma pessoa boa, e és das poucas pessoas que não precisa de orientação, és uma pessoa boa e tens auréola forte que te protege e te protegeu ao longo da tua vida, gostas de musica e isso é bom e nunca pares de gostar, sei que te sentes por vezes muito só, mas não és o único, um dia quem sabe e com certeza chegará e terás a parte da tua asa que te falta para voares como eu, após aquela afirmação enchi-me de coragem de perguntei-lhe, como consigo saber que és um anjo, faz-me a pergunta mais estúpida que te lembres sobre anjos aquele que todos se interrogam só porque tem medo de morrer, bem, disse eu, uma que me ocorre, ou melhor duas, se de facto tem asas e se tem sexo, sim, disse ele, temos ambas, as asas aparecem quando queremos ir embora daqui deste mundo e daqui a pouco poderás constatar com teus próprios olhos, quanto ao sexo temos sim, e fazemos em grandes orgias de alegria e felicidade quando na terra nos dão alegrias para tal, quando atingimos o orgasmo a felicidade é tal que para pessoas especiais enviamos uma força misteriosa que lhes dá uma força especial para lutar pelo melhor que existe na terra e cada um tem o seu momento, agora estás intrigado, afirmou ele, o teu mundo vive de uma maneira como se o sexo fosse uma obsessão tal como o dinheiro, um corrompe o corpo outro o carácter, mas para nós anjos o sexo é praticado pelo amor para o amor e com amor, não é profano não, se tudo foi criado por Deus, e agora estás a perguntar se existe Deus, mas vou acabar esta conversa sobre o sexo, tudo foi feito pelo criador, pelo artista a partir dai podemos dar um bom ou mau uso a tudo o que ele realizou, e a resposta é simples, não existe nada absolutamente mau, o que existe é acções más, intenções desonestas e adulterações a tudo quanto é feito, uma bala quando é feita pode servir para matar pessoas ou animais, e é essa a ideia geral para todas as cabeças humanas, no entanto ela pode ser feita para outros fins muito mais pacíficos, para nos libertar a adrenalina através de um bom desporto que ela pode proporcionar, tiro ao alvo, tiro ao prato, ridícula pode ser esta afirmação minha, eu sei, a pólvora nela contida pode servir para a fazer balas, mas pode também ser utilizada para bem de uma comunidade, e sabes bem como ela poderá ser útil, com o sexo é a mesma coisa, agora quando ele é adulterado, quando ele é desviado para a pornografia em vez de ser para sensualidade, a diferença é simples, a pornografia não tem fantasia, não tem criatividade, não cria antes pelo contrário destrói, a pornografia não faz o quadro do pintor, a sensualidade é sedução, é magia, é tela do pintor e com o pincel podemos criar tudo sem tabus nem preconceitos, pode ser o que cada um quiser, do que vos parece profano, que não é, até ao divino, mas sim com tudo o que de bom o sexo pode trazer à humanidade, e tudo de bom quer dizer não magoar não corromper os sentimentos de ninguém, não trair e não mentir com ele, com ele podemos libertar nosso corpo, nossos desejos e fantasias sem preconceitos, explorar as suas maravilhas e fantasias mais artísticas possíveis, dar ao corpo o prazer sensual que poderá levar ao orgasmo mais maravilhoso que poderão sentir, em alguns casos ficam perto do dos anjos, mas nunca lá chegam, e tu já sentiste algum orgasmo, mas como humano, perguntei eu, sim, afirmou, já fui humano, mas depois fui escolhido para esta missão, quanto a Deus se existe, sim ele existe, muito diferente é da concepção humana que lhe deram, mas ele existe sim, bem acho que a minha viagem termina aqui, parei o carro sem perguntar porquê ali no meio do nada e da escuridão, continua e vai em frente, não esperes que as pessoas acreditem no que escreves, e eu sei da tuas limitações na escrita, mas escreve que eu te visitei e não te preocupes com aquilo que as pessoas poderão pensar sobre o que escreves-te, se tiverem coração suficiente aberto não te irão perguntar apenas serão pessoas que me deram boleia também, obrigado, disse-lhe eu, não tens quê, saiu do carro e meu olhar o perseguiu como se ainda com duvidas estivesse, então vi, primeiro se transformou em luz depois duas asas se abriram e subiu rapidamente em direcção ao céu foi tão rápido que de um momento para o outro só via um pontinho no céu a brilhar, fiquei ali no carro ainda alguns minutos tentando digerir tudo aquilo, por fim arranquei em direcção a casa só parando em casa, deitei-me e cai num sono profundo e tranquilo e a minha viagem terminou…

Quem te vai falar quando for tarde demais?
Quem te vai dizer que as coisas não são tão grandes?

Não podes continuar a pensar que não há nada de errado
Quem te vai levar para casa esta noite?


Quem te vai levantar quando caíres?
Quem vai desligar o telefone quando ligares?
Quem vai prestar atenção aos teus sonhos?
Quem vai tapar os ouvidos quando gritares?
Não podes continuar a pensar que nada está errado
Quem te vai levar para casa esta noite?


Quem te vai segurar quando tremeres?
Quem vai estar por perto quando desanimares?
Não podes continuar a pensar que não há nada de errado
Quem te vai levar para casa esta noite?
Não podes continuar a pensar que não há nada de errado
Quem te vai levar para casa esta noite?

Sinto-me: A contemplar...
Por Pulse às 11:21
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Eclipse...



Sou o teu e o meu convidado Indesejado...

*Mais sobre um Pulsar


Correio de Frequências

*Procurar um Pulsar

 

*Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
RSS