"A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada." (Edmund Burke)

*Pulsares Recentes:

* Levar

* Respira

* Páscoa

* Hóspede não convidado...

* Remar, Remar...

* Forte

* 90 Metros (Uma Historia d...

* Canção da Terra

* Perseguindo Carros

* Palavras

* Dilúvio

* ANJO

* Lamento Recente

* O Homem Invisível

* Começar!

* O Templo

* A música que merecemos...

* DOMINGO SANGRENTO DOMINGO

* Li

* As Pessoas são Estranhas

* INICIAR

* DESORDEM

* Navegue ...

* Estranho

* Não Existo…

* LUKA

* África...

* O PRIMEIRO DIA

* Tu tens um amigo...

* Um

*Pulsares Remotos:

* Julho 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Outubro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

*Raios de:

Domingo, 1 de Julho de 2007

Desejo…


Á sempre alguém que não gosta,

há um outro que não é o que é.

Agora escuto olho e choro,

mas espreito o teu dia e o meu.

 

Á um outro alguém que não quer,

não gosta, talvez procure.

Talvez a sorte apareça bem-vinda

e tudo o resto não conta.

 

Dança comigo toda a noite,

flor de desejos adormecida,

até quebrares o mundo em mim,

o segredo o desejo o pecado.

 

O segredo mais secreto,

o fim do ingénuo segredo,

do labirinto da vida,

do quarto só, da solidão.

 

Deita-te sobre a areia da praia,

vestida de luar e brilha na noite.

Deita-te sobre o jardim adormecido,

vestida de sedução e perfumada.

 

Mas há um instante um momento,

à uma nuvem que paira no ar,

que assombra a tua memória

e desgasta os teus dias.

 

São sonhos que se vão,

onde a noite e o dia

são raios flutuantes,

sem destino sem fronteiras.

 

São pedaços da tua vida,

são vontades que não controlas,

e a torre é alta e o mar profundo,

e o sentimento é esquecido.

 

São as pessoas que não desejas,

o sonho que em alguém procuras,

o refugio dos teus medos e mágoas,

o pesadelo terminado em lágrimas.

 

Deixa-me ser teu mestre,

sonhar contigo e viajar,

deixar este ser e penetrar,

correr, fugir e gritar.

 

Deixa-me ser teu pecado,

ser teu por um instante,

quebrar o sono que consome,

seduzir-te e tomar-te em mim.

 

Deixa-me ser teu escravo,

ser tua filosofia de amor,

ir para lá das estrelas,

onde não existe histórias.


Sinto-me: A Desejar...
Por Pulse às 12:27
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Eclipse...



Sou o teu e o meu convidado Indesejado...

*Mais sobre um Pulsar


Correio de Frequências

*Procurar um Pulsar

 

*Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
RSS