"A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada." (Edmund Burke)

*Pulsares Recentes:

* Levar

* Respira

* Páscoa

* Hóspede não convidado...

* Remar, Remar...

* Forte

* 90 Metros (Uma Historia d...

* Canção da Terra

* Perseguindo Carros

* Palavras

* Dilúvio

* ANJO

* Lamento Recente

* O Homem Invisível

* Começar!

* O Templo

* A música que merecemos...

* DOMINGO SANGRENTO DOMINGO

* Li

* As Pessoas são Estranhas

* INICIAR

* DESORDEM

* Navegue ...

* Estranho

* Não Existo…

* LUKA

* África...

* O PRIMEIRO DIA

* Tu tens um amigo...

* Um

*Pulsares Remotos:

* Julho 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Outubro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

*Raios de:

Domingo, 21 de Janeiro de 2007

Memórias Perdidas



Corre areia entre os meus dedos,

figuras baças na minha memória,

hoje espreito os meus medos,

uma vida sem vitoria nem glória.

Queres chorar hoje? - Não sei,

deixar correr este sangue frio,

esvaziar-me de recordações, não sei,

arrumar os sonhos que ninguém viu.

 

Já não conheço este mundo,

perdido em pedaços de carne,

recolhi as palavras do fundo,

numa esperança que não reencarna.

Existo num tempo que não pára,

numa recordação vazia de futuro,

numa alucinação talvez rara,

no espaço curto e duro.

 

Já não vejo o caminho que pisei,

nem os amigos que tive,

em pé ficou a minha prateleira,

restos ficaram de uma memória vaga,

dispersos pela vida ficaram,

sonhos, amigos e desejos.

 

A vida mastiga a inocência,

a estrela que seguíamos,

o amigo que amávamos e brincámos,

os sonhos que tive e tenho.

Rasgámos a inocência pelo egoísmo.

 

Olho a minha volta, tudo estranho,

já não conheço o meu futuro,

já não reconheço o meu presente,

tudo o que me rodeia ‚ estranho,

palavras, desejos e sonhos,

a chuva a cair, a torneira a correr,

e eu a sentir a alma a viajar...

Sinto-me: Menos
Por Pulse às 01:31
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Eclipse...



Sou o teu e o meu convidado Indesejado...

*Mais sobre um Pulsar


Correio de Frequências

*Procurar um Pulsar

 

*Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO
RSS