"A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada." (Edmund Burke)

Ecos...


Frequências...


Frequências de AMOR...

*Pulsares Recentes:

* Levar

* Respira

* Páscoa

* Hóspede não convidado...

* Remar, Remar...

* Forte

* 90 Metros (Uma Historia d...

* Canção da Terra

* Perseguindo Carros

* Palavras

* Dilúvio

* ANJO

* Lamento Recente

* O Homem Invisível

* Começar!

* O Templo

* A música que merecemos...

* DOMINGO SANGRENTO DOMINGO

* Li

* As Pessoas são Estranhas

* INICIAR

* DESORDEM

* Navegue ...

* Estranho

* Não Existo…

* LUKA

* África...

* O PRIMEIRO DIA

* Tu tens um amigo...

* Um

*Pulsares Remotos:

* Julho 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Outubro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

*Raios de:

*Os Meus Preferidos


Firefox 2


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004csxg


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004g81t


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004d61q


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004ee8g


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004f502


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007z64z


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00080g5c


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000810a3


Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

LUKA

“De acordo com a Organização Mundial de Saúde, uma em cada três meninas e um em cada sete meninos são sexualmente abusados na infância entre as idades de recém-nascidos e dezoito anos.

Os ofensores são na grande maioria homens heterossexuais conhecidos da vítima.

Estão entre eles, aqueles que deveriam ser representantes de referência de amor, confiança, respeito e protecção. Os maiores abusadores, queira acreditar ou não, são o próprio pai da vítima.

Outros membros da família como padrastos, irmãos, avós, e primos, são também encontrados como abusadores, no primeiro grupo. Num Segundo grupo, encontramos pessoas que mantém contacto com crianças, como professores, médicos, padres, amigos da família e também estranhos.

Embora raro, também é sabido que mulheres possam abusar sexualmente de crianças. Estas incluem babas, avós, tias ou outras mulheres na família e até mesmo a própria mãe.

Abuso sexual na infância acontece em qualquer família. Não faz diferença entre classes sociais, educação, religião, raça, sexo ou mesmo a aparência da criança.

Nível de inteligência, ou situação financeira, não são relevantes para as probabilidades de que alguém seja um abusador.   Abuso sexual na infância não acontece somente em “bairros pobres” ou famílias pobres ou de pais sem educação.

Não importa se é considerado de “Boa Família”. Abusadores em potencial não podem ser enquadrados em uma classificação. Poderia ser qualquer pessoa que parece normal, sem atitude suspeita!

Um homem com origens numa família católica, de classe média, de uma cidade do interior, casado e tendo um nível superior de educação. Pertencente a uma família que sempre foi considerada de gente boa e respeitada na comunidade. Entretanto, esse homem e pai é um pedófilo que vem abusando de inocentes, secretamente, há mais de 50 anos!”

Comecei este meu post com esta notícia publicada recentemente num relatório na referida ONG e comunicada aos média. Tento por vezes perceber e mesmo entender este fenómeno, não consigo, a juntar a este fenómeno, outros se seguem, como o aumento da violência contra as mulheres e o aumento da pobreza, fenómenos que infelizmente tendem a aumentar em vez de diminuir, o que eu não percebo é como é possível, tendo o Homem do século XXI todos os recursos, como sejam: psicólogos, sociólogos, pediatras e todo o manancial de conhecimento sobre o comportamento do ser humano, a facilidade de acesso aos mesmos, a juntar a tudo isso a rapidez da informação da transmissão de conhecimentos e experiencias, afinal o que falta? não sei, sou um simples cidadão do mundo, não sou génio nem sábio, nem estudei para tal, mas continuo a perguntar o porquê de tal violência e pobreza, por vezes fico farto dos mesmos argumentos: egoísmo, hipocrisia, ganância, arrogância, materialismo, que por vezes fico com a sensação de serem palavras apenas banais e banalizadas pelo tempo e as dizemos com uma certa apatia e sedentarismo onde afinal nada nos afecta até chegar ao dia em que nos bate à porta, não podemos apenas resumir tudo isso a meras palavras é muito mais que isso, é talvez uma questão de consciência pessoal e colectiva também, é uma questão de justiça pessoal e colectiva, é uma questão compaixão e de afinidade ao outro, é uma questão de liberdade, de amizade, de preconceitos e sobretudo de amor. Se deixarmos avançar toda essa violência silenciosa. toda essa pobreza material e espiritual então é provável que vivamos num mundo traumatizado e angustiado onde será fácil perder toda a liberdade e lucidez até ao dia em que um louco carregue num qualquer botão e declarar a ultima das guerras, enquanto isso não acontece vivo com a esperança que um dia a Humanidade entenda a verdadeira liberdade, porque como diz esta frase:


“A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada. (Edmund Burke)


Meu nome é Luka
Eu moro no segundo andar
Eu moro bem por cima de ti
Sim, acho que já me vistes antes
Se ouvires alguma coisa de madrugada
Algum tipo de problema, algum tipo de luta
Não me perguntes o que aconteceu
Não me perguntes o que aconteceu
Não me perguntes o que aconteceu

Acho que é por que sou desastrado demais
Tento não falar alto demais
Talvez seja por que sou um pouco louco
Tento não me comportar de uma maneira muito orgulhosa
Eles batem-te só até tu chorares
Depois disso, não perguntes o porquê
Simplesmente não discutas mais
Simplesmente não discutas mais
Simplesmente não discutas mais

Sim, acho que estou bem
Dei outra vez com a cara na porta
Se me perguntares, é o que eu vou dizer
Seja como for, tu não tens nada a ver com isso
Acho que gostaria de ficar sozinha
Não tenho nada partido, não há nada de errado
Só não me perguntes como estou
Só não me perguntes como estou
Só não me perguntes como estou

Eles batem-te só até tu chorares
Depois disso, não perguntes o porquê
Simplesmente não discutas mais
Simplesmente não discutas mais
Simplesmente não discutas mais
Sinto-me: Luka...
Música: Suzanne Vega - Luka
Por Pulse às 22:10
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008

África...

África, a expiação dos pecados deste lado do mundo que se diz civilizado, o mundo ocidental. África quantos mártires tens sob teu solo, quanto sangue corre nas tuas entranhas, rios, quantas evangelizações quantas civilizações por ai passaram para te sacarem, quantas letras, línguas e doutrinas te levarem para esqueceres a tua, quantas fés, Deuses e livros te levaram para te fazerem esquecer de onde vens, quantas armas, invasões e guerras te levaram para te martirizares ao sabor do outro lado do mundo, quantos te roubaram e saquearam, abandonaram e escravizaram para nunca mais lá voltarem. África tu começas aqui no meu mundo, aqui bem perto ao lado de mim de todos nós, se queremos ver África crescer então não enviem armas, mas antes redes de pesca, não fomentem o tribalismo, mas antes a união, não lhes tirem seus recursos naturais a não ser para seu próprio proveito, deixem seus sábios trabalhar na sua fé milenar, eles não precisam na nossa, cada povo tem a sua, se houver alguém que precise de enviar fé então que a envie para os homens que para lá enviam armas, esses homens si, precisam de ser evangelizados e ter mais fé e acreditar que Deus existe e é universal e se manifesta sobre todas as coisas e em todas as formas, ou é assim tão difícil de entender. África que sofres por nossa causa, tem pena de nós porque por vezes não damos valor ao bem e à exuberância que possuímos e ao desperdício que fazemos que te dava para alimentar, África começas aqui onde estou e para onde vou, dizer aos poderosos o quanto te fazem mal e na minha pátria gritar teu nome e lutar por ti, aqui até que o primeiro mártir de África caia sobre solo desta grande mas tão pobre civilização ocidental…

Deixo-vos com uma música de uma pequeníssima parte da história de África… Lutem pelo sonho de África o berço do mundo…

Setembro de 1977

Clima agradável no Porto Elizabeth

A rotina era a mesma

Na sala policial 619

Oh, Biko, Biko, Por que Biko?

Oh, Biko, Biko, Por que Biko?

Yihla Moja, Yihla Moja – O homem está morto.

Quando tento dormir à noite

Meus sonhos são vermelhos

Lá fora o mundo é negro e branco

Com apenas uma cor morta.

Oh, Biko, Biko, Por que Biko?

Oh, Biko, Biko, Por que Biko?

Yihla Moja, Yihla Moja – O homem está morto.

Tu podes assoprar uma chama

Mas não podes fazê-lo com uma fogueira

Uma vez que as fagulhas incendeiam algo

O vento as tornará maiores.

Oh, Biko, Biko, Por que Biko?

Yihla Moja, Yihla Moja – O homem está morto.

E os olhos do mundo agora estão vigilantes

Sinto-me: Evangelizador de África...
Música: Peter Gabriel - Biko
Por Pulse às 19:31
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

O PRIMEIRO DIA

Quantos primeiros dias na nossa vida? muitos com certeza, fazemo-nos e refazemo-nos em esperança que o próximo dia será melhor que o anterior. Muitos vezes nos sentimos estranhos na nossa própria cidade e andamos por ai até que surge alguém, um Amigo e com ele uma palavra que vale mais que o euromilhões…

A principio é simples, anda-se sozinho
passa-se nas ruas bem devagarinho
está-se bem no silêncio e no burburinho
bebe-se as certezas num copo de vinho
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Pouco a pouco o passo faz-se vagabundo
dá-se a volta ao medo, dá-se a volta ao mundo
diz-se do passado, que está moribundo
bebe-se o alento num copo sem fundo
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

E é então que amigos nos oferecem leito
entra-se cansado e sai-se refeito
luta-se por tudo o que se leva a peito
bebe-se, come-se e alguém nos diz: bom proveito
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Depois vêm cansaços e o corpo fraqueja
olha-se para dentro e já pouco sobeja
pede-se o descanso, por curto que seja
apagam-se dúvidas num mar de cerveja
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

Enfim duma escolha faz-se um desafio
enfrenta-se a vida de fio a pavio
navega-se sem mar, sem vela ou navio
bebe-se a coragem até dum copo vazio
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida

E entretanto o tempo fez cinza da brasa
e outra maré cheia virá da maré vazia
nasce um novo dia e no braço outra asa
brinda-se aos amores com o vinho da casa
e vem-nos à memória uma frase batida
hoje é o primeiro dia do resto da tua vida.

 

 

A musica é universal, não faço nem nunca farei distinção seja ela de que origem e tipo for, apenas que tenham pelo menos 3 dos quatro elementos que a compõem e se tiverem menos que seja equilibrada que é chave da sua universalidade.
Sinto-me: No Primeiro Dia...
Música: Sergio Godinho - Primeiro Dia
Por Pulse às 22:26
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Tu tens um amigo...

Não sei ao certo, mas tenho um pressentimento, que a é mais fácil ter mil amigos em qualquer site na Net do que um único amigo assim perto de nós, bem ajam aqueles que se mantiveram ao longo de anos como amigos e um brinde aos novos e verdadeiros amigos, a todos de coração dedico este post… e mesmo como amigos amem-se por favor… é o mais preciso escudo contra o egoísmo e hipocrisia… com amor para os meus amigos também…

Quando estiveres abatido e preocupado

E precisares de uma ajuda,

E nada, nada à tua volta está correr bem,

Fecha os olhos e pensa em mim

E eu estarei ai nesse momento

Para iluminar até mesmo as tuas noites mais sombrias.

Apenas chama alto meu nome

E tu sabes, onde quer que eu esteja

Eu virei a correr

Para te encontrar novamente.

Inverno, primavera, verão ou Outono.

Tudo o que tens a fazer é chamar.

E eu estarei ai, sim, sim, sim.

Tu tens um amigo.

 

Se o céu acima de ti

Tornar-se escuro e cheio de nuvens

E aquele antigo vento norte começar a soprar,

Mantém a tua cabeça sã e chame meu nome em voz alta

E eu estarei ai batendo na tua porta.

Apenas chame meu nome e tu sabes, onde quer que eu esteja

Eu virei correndo para te encontrar novamente.

Inverno, primavera, verão, ou Outono,

Tudo o que tens a fazer é chamar

E eu estarei ai, sim, sim, sim.

 

Ei, não é bom saber que tu tens um amigo?

As pessoas podem ser tão frias,

Elas te magoarão e te abandonarão

E então tomarão tua alma se tu permitir-lhes.

Oh, sim, mas não permita-lhes.

 

Apenas chama alto meu nome

E tu sabes, onde quer que eu esteja 

Eu virei correndo para te encontrar novamente.

Tu não entendes que,

Inverno, primavera, verão ou Outono,

Ei, agora tudo que o que tens a fazer é chamar?

Senhor, eu estarei lá, sim eu estarei,

Tu tens um amigo,

Tu tens um amigo,

Não é bom saber? Tu tens um amigo...

Não é bom saber? Tu tens um amigo...

Tu tens um amigo...
Sinto-me: Amigo...
Música: James Taylor - You've Gotta a Friend
Por Pulse às 19:21
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Sábado, 16 de Fevereiro de 2008

Um

Quantas palavras, quantos avisos, quantas vozes serão precisas para que seja feita algo em prol da humanidade, porque será duas pessoas aparentemente em paz e harmonia se envolvem na mais cruel das guerras por causa da diferença e indiferencia ao mais belo que Deus nos deu a diversidade dos povos e da natureza? ninguém sabe… Bono nesta musica fala-nos de uma nação, da sua grandiosidade, do que ela fez e pode fazer, de todos os lideres mundiais, ele faz-nos uma proposta, não de levar o homem à lua mas sim de trazer a humanidade de volta à Terra, temos os recursos, a tecnologia os meios para combater a extrema pobreza de muitos povos, ele acredita que nós temos a vontade, eu também acredito, não é uma aventura impossível, é triste vermos uma criança morrer de fome em pleno século 21 e é triste quando vemos tanto desperdício à nossa volta… Vale a pena ouvir… Obrigado Bono & U2…

Está a melhorar?
Ou tu sentes o mesmo?
As coisas vão ficar mais fáceis
Agora que arranjas-te alguém para culpar?

Tu dizes
Um amor, uma vida
Quando alguém necessita
À noite
De amor
Temos que compartilhá-lo
Ele te abandona,
Se tu não cuidares dele

Eu te desapontei
Ou deixei um gosto mau na tua boca?
Tu ages como quem nunca tivesse amor
E queres que eu continue sem nenhum

Bem, é tarde demais
Esta noite
Para trazer o passado à tona
Nós somos um, mas não somos os mesmos
Temos que carregar um ao outro
Carregar um ao outro
Um...

Vieste aqui para obter perdão?
Vieste aqui para ressuscitar os mortos?
Vieste brincar de Jesus
Com leprosos na tua mente?

Eu te pedi demais?
Mais do que devia?
Tu não me deste nada
E isso agora é tudo o que tenho
Nós somos um, mas não somos os mesmos
Nós ferimos um ao outro
E estamos fazendo de novo

Tu dizes
Que o amor é um templo
Que o amor é a lei maior
Tu pedes-me para entrar, para depois me fazeres rastejar
Não posso me agarrar ao que tu tens
Quando tudo o que tens é dor

Um amor
Um sangue
Uma vida, tu deves fazer o que achas
Uma vida
Com um ao outro
Irmãs, irmãos
Uma vida
Mas não somos os mesmos
Nós temos que nos carregar um ao outro
Carregar um ao outro
Um
Sinto-me: Um com Todos
Música: U2 - One
Por Pulse às 09:39
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

Ecos...


Lá em cima o albatroz se mantém imóvel no ar
E nas profundezas das ondas,
Nos labirintos nas cavernas de coral,
O eco de um tempo distante
Vem magicamente pela areia
E tudo é verde e submarino

Ninguém nos mostrou a terra firme
E ninguém sabe aonde nem o porquê
Algo se agitou, tentou
E começou a subir em direcção a luz

Estranhos passando na rua,
Acidentalmente dois olhares se encontram
Eu sou você e o que vejo sou eu.
Eu te pego pela mão
E te conduzo através do terreno
Ajude-me a entender o melhor que eu puder
E ninguém nos chama para seguir adiante
E ninguém nos obriga a fechar nossos olhos
Ninguém fala e ninguém experimenta,
Ninguém voa ao redor do sol

Entretanto todos os dias você aparece nos meus olhos atentos,
Me convidando e incitando a subir
E através da janela na parede
Entram agitados raios da luz do sol,
Milhares de brilhantes anunciadores da manhã
Ninguém me canta canções de ninar
E ninguém me faz fechar meus olhos
Então escancaro a janela
E te chamo através do céu
Sinto-me: Eco...
Música: Pink Floyd - Echoes
Por Pulse às 12:13
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Sábado, 9 de Fevereiro de 2008

Coisas da Vida...


Coisas da vida

São situações humanas
Aqueles momentos entre nós
As partidas e as voltas
Das quais não entendemos nada depois
Já, como vê
Estou pensando em ti
Sim, um pouco
São condições humanas
Estar-se bem ou não
Pode depender dos dias
Da nostalgia que tenho
Já, como vês
Estou pensando em ti
Como se este tempo nunca tivesse ocorrido
Onde estivemos
O que somos depois
Vizinhos de coração só que todo mundo está
Atrás das cercas dos orgulhos próprios
Estou pensando em ti
Estou pensando em nós
São coisas da vida
Elas são tomadas um pouco assim
E já foi muito difícil
Chegar até aqui Já, como vês
Estou ainda de pé, porque
São humanos todos os meus sonhos
Com as mãos eu os alcançarei
Sim, porque
São humanos estes meus sonhos
Com as mãos eu os alcançarei
São coisas da vida
Mas a vida então onde está
Se quando vai embora
Uma busca é (se torna)
Já, como vês
Estou pensando ainda em ti
Esta noite que passa lentamente
Perto de mim
Procuro encará-la, prendê-la
E se apanho as curvas do coração
Derrapando um pouco
Quero incitá-la também agora que
Estou pensando em ti
Estou pensando em nós
Um pouco Sim, um pouco.
Sinto-me: Com os Amigos de Sempre...
Música: EROS RAMAZZOTTI & TINA TURNER - Cosas De La Vida
Por Pulse às 00:46
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

Dois dias... Dois momentos...

Apenas são dois dias, dois dias que são vidas, vidas não vividas ou vividas na pior das mentiras… Bom fim-de-semana e sejam sinceros… deixem toda a mentira de lado polui demasiado a alma…




 

Há dois dias na vida
para esses eu não nasci.
dois momentos na vida.
que não existem para mim,

certas coisas na vida.
não foram feitos para mim.
há dois dias na vida.
para esses eu não nasci.

O primeiro desses dias.
foi quando te conheci
atraído pelas tuas mentiras.
eu me apaixonei por ti,

as tuas fraudes me arrepiam
os teus desejos de viver
da crueldade das tuas carícias
que acreditei e morreria.

Há dois dias na vida...

O segundo desses dias.
foi exactamente quando te perdi
tua face bonita partiu
e meus desejos de viver,

tuas mentiras terminaram.
e de tudo aprendi
que há dois dias na vida
para esses eu não nasci.

Há dois dias na vida...

Engoli todo o veneno.
levado pelos teus beijos
estava encharcado de sofrimento
que escondia o teu sorriso.

Descobri isso com o tempo.
Perdi todo o respeito.
compras-te os meus sentimentos.
com teus lábios de carmim.

Sinto-me: Como os dias e momentos...
Música: Jarade De Palo - Dos Dias En La Vide
Por Pulse às 21:02
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008

Fantástico… Simplesmente Fantástico…

Para que servem as palavras, para que serve a musica, simplesmente fantástico, soberbo, todo o homem, mulher e criança tem direito à dignidade, à liberdade a crescer em igualdade com todos os demais, tem direito ao seu sonho junto do seu próprio povo, é para isso que servem as palavras e a musica, mais universais do que nunca, mais actuais do que nunca para o anuncio da grande palavra “amor… obrigado Bono & U2…


 

Dignidade (em nome do Amor)

 

Um homem vem em nome do amor

Um homem vem e parte

Um homem vem para esclarecer

Um homem para derrubar

 

Em Nome do amor

Que mais ainda em nome do amor

 

Um Homem apanhado numa cerca de arame farpado

Um Homem resiste

Um homem abandonado numa praia deserta

Um homem traído por um beijo

 

Em nome do amor

Que mais ainda em nome do amor

 

Manhã cedo, 4 de Abril

Um tiro ecoa pelos céus de Memphis

Finalmente livre, tiraram-lhe a vida

Mas não conseguiram tirar-lhe a dignidade

 

Em nome do amor

Mais um em nome do amor
Sinto-me: A Lutar...
Música: U2 - Pride (In the Name of Love)
Por Pulse às 22:45
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Eclipse...



Sou o teu e o meu convidado Indesejado...

*Mais sobre um Pulsar


Correio de Frequências

*Procurar um Pulsar

 

*Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

*Passageiros



ON-LINE




Current Moon Phase
CURRENT MOON PHASE

*As Minhas Fotos:

Castelo de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0001eayf

Rio Lis
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0001gex5

Sé de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0001fgy7

Ponte Arrabalde da Ponte
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002a74c

Ponte Leiria Euro 2004
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002bt3r

Igreja São Francisco
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000276z8

Parque Ten. Cor. Jaime F. da Fonseca
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00029w7p

Fonte das 3 Bicas
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002832x

Estação CP Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002692y

Escola Secundária de Domingos Sequeira
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002xhcx

Nascente do Rio Lis
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002wh5s

Muralhas do Castelo de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002yr27

O Rio da Minha Cidade
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002t3b5

Antiguidades no Estaleiro da JAE
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002r4c1

Avião no Parque Ten. Cor. Jaime F. da Fonseca
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002s2cy

Vista Geral sobre Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0001hc9e

Mosteiro da Batalha
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00025cxe

Estátua Equestre de D. Nuno Álvares Pereira
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00047cya

Câmara Municipal de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00041xr6

Estátua de D. João III
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00042ghc

Lyceu de Rodrigues Lobo
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00045d99

Nazaré
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00048k2s

Leiria à Noite
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000449hh

Leiria à Noite
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0005ze92

Igreja N. S. Encarnação
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000431zh

Igreja N. S. do Monte
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007e7x0

Mosteiro de Alcobaça
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000790w5

Óbidos
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007dwk3

Castelo de Almourol
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007br5f

Aveiro
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007aq9g

Curiosidades de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007c8ax

Monumento aos Mortos da Grande Guerra (Leiria)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00046bzx

Rio Lis (Cortes-Leiria)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007wq17

Rio Lis (Leiria)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007y40g

São Martinho do Porto
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007tryd

Berlengas
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007xq26

Castelo de São Jorge (Lisboa)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000823wa

Rio Tejo (Lisboa)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00083bcr

Ribeira (Porto)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00084kf2

Convento de Cristo (Tomar)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00085pb4



Google

*Pulsar na Net

blogs SAPO
RSS