"A Única coisa necessária para o mal triunfar é que os homens bons não façam nada." (Edmund Burke)

Ecos...


Frequências...


Frequências de AMOR...

*Pulsares Recentes:

* Levar

* Respira

* Páscoa

* Hóspede não convidado...

* Remar, Remar...

* Forte

* 90 Metros (Uma Historia d...

* Canção da Terra

* Perseguindo Carros

* Palavras

* Dilúvio

* ANJO

* Lamento Recente

* O Homem Invisível

* Começar!

* O Templo

* A música que merecemos...

* DOMINGO SANGRENTO DOMINGO

* Li

* As Pessoas são Estranhas

* INICIAR

* DESORDEM

* Navegue ...

* Estranho

* Não Existo…

* LUKA

* África...

* O PRIMEIRO DIA

* Tu tens um amigo...

* Um

*Pulsares Remotos:

* Julho 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Outubro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

*Raios de:

*Os Meus Preferidos


Firefox 2


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004csxg


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004g81t


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004d61q


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004ee8g


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0004f502


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007z64z


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00080g5c


http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000810a3


Sábado, 31 de Março de 2007

Marillion – Sympathy

Quando te deitas à noite na tua cama

E quando fechas e trancas a porta

Não consegues imaginar nesse frio e escuro quarto

A razão de não haver suficiente amor à tua volta

Não existe suficiente amor à tua volta

 

É de compaixão que nós precisamos meus amigos

É de compaixão que nós precisamos

É de compaixão que nós precisamos meus amigos

Porque não há suficiente amor à nossa volta

Não existe suficiente amor à nossa volta.

 

No meio dos ódios mundiais e em outros meios

Meio mundo tem toda a comida

O outro meio as mentiras mundiais e sofre lentamente de fome

Porque não há suficiente amor à nossa volta

Não existe suficiente amor à nossa volta.

 

É de compaixão que nós precisamos meus amigos

É de compaixão que nós precisamos

É de compaixão que nós precisamos meus amigos

Porque não há suficiente amor à nossa volta

Não há suficiente amor

Não existe suficiente amor à nossa volta.

Sinto-me: Triste no Mundo onde vivo
Música: Marillion – Sympathy
Por Pulse às 19:09
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 26 de Março de 2007

Madrugada



No crepúsculo da aurora,

um frio e um vazio me acorda,

uma sensação que demora,

uma agonia que me envolve.


O pesadelo volta com o crepúsculo,

uma incerteza, um lugar vazio,

um desejo de futuro que não engulo,

um mundo á minha volta hipócrita.


Uma fraqueza me envolve,

o veneno do meu coração,

a fragilidade do meu ser,

o som da chamada sem razão.


Do passado recordo uma mágoa,

uma lembrança de sonho de moço,

o doce beber daquela água,

uma lareira uma história feliz.

Sinto-me: Fragil
Música: Snow Patrol - Chasing Cars
Por Pulse às 22:59
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 25 de Março de 2007

Chris Isaak - Wicked Game

O mundo estava ardendo,
Ninguém me poderia salvar, excepto tu.
Estranho o que o desejo faz com as pessoas tolas.
Eu nunca sonhei que poderia conhecer alguém como tu.
E eu nunca sonhei que perderia alguém como tu.

Não, eu não me quero apaixonar

(este amor vai apenas quebrar teu coração)
Não, eu não me quero apaixonar

(este amor vai apenas quebrar teu coração)
Por ti.

Que jogo perverso jogas
Para me fazeres sentir assim!
Que coisa perversa de se fazer!
Deixa-me sonhar contigo
Que coisa perversa de dizer!
Que nunca sentis-te assim
Que coisa perversa de se fazer!
Deixa-me sonhar contigo

Não, eu não me quero apaixonar

(este amor vai apenas quebrar teu coração)
Não, eu não me quero apaixonar

(este amor vai apenas quebrar teu coração)

Não, eu não me quero apaixonar

(este amor vai apenas quebrar teu coração)
Não, eu não me quero apaixonar

(este amor vai apenas quebrar teu coração)
Por ti.

Ninguém ama ninguém.

Sinto-me: Feliz por haver mulheres
Música: Chris Isaak - Wicked Game
Por Pulse às 22:07
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Dia da Mulher


Comemorou-se no passado dia 8 deste mês de Março o dia da mulher, não poderia deixar de falar à cerca desse dia, para mim como homem posso dizer que é um dia belo, de beleza, pois por mais incrível que parece somos a única espécie ao de cima da terra em que a beleza do feminino se sobrepõe, e em muito ao do masculino, desculpem-me os mais sensíveis de ter posto o Homem como espécie, mas na verdade é, mas não é só espécie também somos espírito, não existe duvidas, e para mim não, em como o ser humano é uma obra de arte da natureza e de Deus e a mulher a sua obra prima, mas não se queixem caros senhores, não somos só esboço :), mas dou graças à natureza e a Deus e nos ter dado tamanha beleza à vida dos homens, elas naturalmente serão capazes de dizer o mesmo. No entanto e por vezes fico decepcionado quando a tratam tão mal, quando ela é agredida, rejeitada, discriminada, vulgarizada, utilizada, escravizada e instrumentalizada, mas infelizmente é. Não vou falar dessas desgraças vou antes levantar suas virtudes, são do mais sensível mas também do mais poderoso, a sua sensualidade é linda, mas não a confundam com a pornografia, suas curvas, seus olhos lindos, sejam eles de que cor for, sua pele de eterna criança, seus cabelos ao vento são brilho de estrelas, seu amor é poderoso, companheira eterna do homem, e quando o satisfaz esse vai ao paraíso, por isso meus senhores levem-nas também ao paraíso, e não se percam em preconceitos, explorem a sensualidade com as doces fantasias e com muita imaginação. Ela é linda sim e como o é, tratem bem delas se querem que elas tratem bem de vocês, mas cuidem-se e não se desmazelem, façam tudo para conservarem em espírito e corpo, a preguiça é inimiga da beleza, mas sei que a beleza pode ser relativa, mas cada um de nós se poder aliar uma à outro, faça-o desde que exista amor, e amor pode ser tudo o que quiserem de bom fazer um ao outro, não caiam na rotina mas antes sim na fantasia e sejam livres para amar, explorem esses corpos em conjunto com vossos espíritos que o paraíso em momentos da vida pode existir quando ambos se entregam de corpo e alma, parabéns e obrigado por existirem mulheres. De seguida vou dedicar um clipe de vídeo dedicado a todas as mulheres e homens, principalmente a elas. Um beijo para todas as mulheres do mundo e que conquistem todos os dias um lugar ao sol porque merecem porque nós homens também as merecemos, mas temos que fazer por isso :).
Sinto-me: Mulher (por uns instantes)
Música: Vaya Con Dios - What's A Woman
Por Pulse às 22:01
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Já não há Heróis


Neste quarto as palavras deslizam e nunca o poeta esteve tão perto de alcançar o amor, e a sensibilidade vai para além de tudo, o choro e lágrima a dor que a dor não encerra, visão do mundo onde tudo se conjuga num grande holocausto que nossos olhos não vêem e nosso coração não se abre. Queria falar de África, esse continente esquecido por Deus e amaldiçoado pelo homem branco, eu sou branco, pergunto-me de onde vem o meu bem-estar, ou melhor, algum do meu bem-estar, nessa terra onde genocídios macabros, matanças, fome, crianças soldados, e nós ocidentais, nomeadamente algumas nações, e não posso por todas no mesmo saco, algumas sim, e vocês sabem quem são, saqueiam por todos os meios os recursos daquele continente, petróleo, ouro, marfim, diamantes e outras quantos mais. Quanto dinheiro lavado, quanta corrupção, quantos diamantes serão precisos para acabar com o genocídio, enquanto nós continuamos serenos a assistir a essas grandes nações a falar de moralidade de justiça, sabendo elas a existência desse mercado paralelo que as mantém no seu bem estar, e quantas armas, quantas crianças, mulheres e homem serão necessários matar para que a dor desse continente pare, quantos??, ninguém sabe, nem eu, estou a falar de África, mas poderia falar da pobreza da América Latina da Ásia e do Médio Oriente para não falar da corrupção que invade como um cancro os antigos países do Bloco Leste, pois é, já não existem Zés do Telhado, nem Robin Hood’s, nem heróis nenhuns que nos impigem desde criança como se tudo estivesse bem e nada fosse preciso fazer, agora olhem em vosso redor, não necessitam de ir para outro continente, aqui bem perto, quantos corruptos, quantos administradores com ordenados chorudos, onde tudo vale para ganhar dinheiro até mesmo tirar a dignidade às pessoas, então se aqui se passa isso, imaginem isso tudo multiplicado por 10, 20 ou 50 vezes nesses continentes, pois é!!, mas não desanimem, não sejam pessimistas e não percam a esperança e não pensem que está tudo mal, não, existem ainda pessoas boas, existem sim que lutam todos os dias, dão a vida, arriscam a vida mas infelizmente quem tem o poder de fazer algo e mudar o mundo não o faz, o curioso é que eles dizem que o mundo mudou no dia 11 Setembro, sabem que mais, não mudou nada rigorosamente nada, vejam o eles fizeram ao Iraque, e  continuam a fazer em outras nações, abandonando os mais necessitados os mais fracos e intitulam-se donos da justiça, policia mundial, deixa-me rir eles nunca lamberam uma lágrima, cada um de nós pode fazer a diferença, cada um de nós pode mudar algo sim, deixando de consumir ou comprar tudo o que seja feito por mãos exploradas, cada um de nós pode deixar de comprar essas marcas, grandes marcas, que são feitas de sangue, lágrimas e dor, é difícil eu sei, falo por mim, porque a vida neste pais lusitano não é nada fácil e às vezes recorremos a produtos chamados baratos, mas eu culpo essencialmente as grandes marcas que são feitas na Ásia e no Leste Europeu, e aquelas que do sangue africano sobrevivem mandando armas para a grande matança, podemos todos fazer algo, pode ser pouco e modesto, mas podemos todos. Vejam se poderem os seguintes filmes: Hotel Ruanda, Tears of the Sun, Blood Diamond, Sometimes in April e tantos outros que não tiveram Óscares porque incomodavam muitas mentes.

Sinto-me: Africano
Música: Marillion - Sympathy
Por Pulse às 12:31
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Quarta-feira, 21 de Março de 2007

Josh Groban - February Song

Neste dia de beleza onde a poesia é a fronteira o caminho para o lado mais lindo... O Dia da Poesia

 

Sinto-me: Poeta
Música: Josh Groban - February Song
Por Pulse às 21:52
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 18 de Março de 2007

Foreigner - I Don't Want To Live Without You

Nostalgia do Amor, é preciso reinventar, descobrir e explorar novos horizontes, amores e utopias...

Sinto-me: Incapaz de viver sem Amor
Música: Foreigner - I Don't Want To Live Without You
Por Pulse às 22:23
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Amor


O que é o amor?!, parece-me que tudo foi dito, escrito, lembrado, cantado, construíram-se impérios, lendas, histórias, fizeram-se guerras, matanças, genocídios, holocaustos, e tudo quanto nos venha à memória, amores e desamores, paixões, tudo, o que será o amor?!, uns dirão que é Deus, outros dirão que será paixão, sexo, amizade, sentimento, natureza, palavra sagrada, dirão que é beleza, bondade, generosidade, partilha, dar a vida pelos outros, humildade, sinceridade, e tudo de bom de adjectivos e substantivos que vos venha à memória, pois eu acho que o amor é de facto tudo isso sim, mas é muito mais que isso, muito mais profundo, é o que é de mais desconhecido até hoje, é o inalcançável, é a junção de tudo aquilo que conhecemos e desconhecemos, é muito mais que uma religião que uma história de paixão ou lenda, é muito mais que eu ou tu, é muito mais que a própria perfeição, é mais que Deus, pois Deus está dentro dele e ele abrange muito mais, é muito mais que o universo que vemos, mais profundo e infinito, mais estranho e impenetrável que julgamos, e quando despertarmos as nossas consciências iremos deparar com o final do senso comum e dizer que tudo o que dizemos do amor está errado, porque não é somente o que disse ou que dizemos dele, com belas ou formais palavras, ele está para além de nós e nós só conquistámos um por cento dele, o resto fazemos dele ódio, ciume, guerra em nome dos que dizem ser amor, suicidamo-nos por ele, matamos por ele, choramos por ele, traímos por ele, e isso será amor, claro que não. Calem-se, calem-se não digam mais nada sobre o amor, chegou a hora de irmos em sua descoberta, porque já tudo, mas tudo o que foi dito até agora está obsoleto, velho, gasto, retrógrado, e vamos partir numa aventura ao desconhecido sem retorno, sem esperar nada, porque do amor nada podemos esperar e vamos entrar numa odisseia e reviver os velhos mitos, utopias, como se houve-se um muro gigante onde não podemos ver o lado de lá, mas vamos partir sem líder, sem rei nem estado, sem razões nem filosofias, sem democracia nem ditadura, vamos despidos de preconceitos, complexos, subjeções, convicções, extremismos, suposições, paradoxos, sonhos, estremos ou antíteses, sem inferno nem céu, sem nirvana ou carma, que nos impedem de ver mais além. Vamos sem medos, sem receio, pois eles impedem-nos de ver mais além, e muitas coisas, milhares delas que nos impedem de ver mais além, a verdade da mentira e a mentira da verdade, quantos de nós busca o desconhecido, espera em vão, porque nada vem ter mas temos que buscar. O que disse é na verdade uma grande utopia, para o senso comum é, para qualquer um será, mas pergunto a mim mesmo, será??... mas atenção eu não tenho razão nenhuma nem tão pouco sou dono da verdade...


Do lado de dentro de mim

eu vejo, sonho, amo sem fim.

Do lado de dentro de mim

tento, luto, desejo um novo jardim.


Este é o meu lado,

o lado de dentro,

mas não esqueço o outro lado

que me leva fora, até ao centro.


Do lado de dentro de mim

guardo as palavras, e a ti.

Do lado de dentro de mim

tento dizer não e sim.


Este é o meu lado,

aquilo que digo e escrevo,

aquilo que amo e gosto,

e esse é o meu lado.


Do lado de dentro de mim

tento combater o lado de fora.

Do lado de dentro de mim

aguento os males do lado de fora.


Este é o meu lado,

o lado de dentro de mim,

na procura do amor sem fim,

na odisseia do outro lado.

Sinto-me: Utópico do Amor
Música: Omega - 01. House Of Cards I, Time Robber, House OF Cards II
Por Pulse às 21:56
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos
Terça-feira, 13 de Março de 2007

Frequências


Sinto os meus dedos, meu coração a bater, e ele bate de uma dor, de fundo oiço uma musica, uma melodia linda, e o ritmo acelera, e tudo me diz é melhor não olhar para o passado, olhar em frente, viver um dia de cada vez, apenas só, porque só estou, mas não me sinto só, desisti do meu passado, nada tenho dele a esconder, mas ele foi dor, começos e recomeços, onde reconheci e não fui reconhecido, onde estava sempre alguém e alguém se sentia só, eu só, fui estranho de meio de conhecidos, fui razão sem razão, pergunta sem resposta, senti-me convidado indesejado, senti-me colocado de parte, onde era parte de uma parte desconhecida, e aqui estou eu a falar do estado do mundo de tudo o que me rodeia, um pulsar vivo imitindo em todas as frequências um s. o. s., para quê... não sou o único não...


A estação esta a acabar,

as aves já não se ouvem,

fico eu a recordar,

o quanto é lindo cantar.


Uns vão e outros ficam,

um pulsar imite e eu recebo,

que será que os sonhos significam?

Eu não sonho e não percebo.


Navego em busca da perfeição,

labirinto imperfeito de sombras,

jardim perdido em imperfeições,

sono profundo que me assombras.


Escolhi um local só,

um pulsar único,

e ninguém se sente tão-só,

como uma floresta sem musica.


Sinto-me: Sem Frequência
Música: Marillion - Seasons End
Por Pulse às 22:50
Link do Post | | Adicionar aos Favoritos

Eclipse...



Sou o teu e o meu convidado Indesejado...

*Mais sobre um Pulsar


Correio de Frequências

*Procurar um Pulsar

 

*Julho 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

*Passageiros



ON-LINE




Current Moon Phase
CURRENT MOON PHASE

*As Minhas Fotos:

Castelo de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0001eayf

Rio Lis
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0001gex5

Sé de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0001fgy7

Ponte Arrabalde da Ponte
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002a74c

Ponte Leiria Euro 2004
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002bt3r

Igreja São Francisco
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000276z8

Parque Ten. Cor. Jaime F. da Fonseca
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00029w7p

Fonte das 3 Bicas
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002832x

Estação CP Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002692y

Escola Secundária de Domingos Sequeira
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002xhcx

Nascente do Rio Lis
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002wh5s

Muralhas do Castelo de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002yr27

O Rio da Minha Cidade
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002t3b5

Antiguidades no Estaleiro da JAE
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002r4c1

Avião no Parque Ten. Cor. Jaime F. da Fonseca
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0002s2cy

Vista Geral sobre Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0001hc9e

Mosteiro da Batalha
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00025cxe

Estátua Equestre de D. Nuno Álvares Pereira
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00047cya

Câmara Municipal de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00041xr6

Estátua de D. João III
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00042ghc

Lyceu de Rodrigues Lobo
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00045d99

Nazaré
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00048k2s

Leiria à Noite
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000449hh

Leiria à Noite
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0005ze92

Igreja N. S. Encarnação
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000431zh

Igreja N. S. do Monte
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007e7x0

Mosteiro de Alcobaça
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000790w5

Óbidos
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007dwk3

Castelo de Almourol
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007br5f

Aveiro
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007aq9g

Curiosidades de Leiria
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007c8ax

Monumento aos Mortos da Grande Guerra (Leiria)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00046bzx

Rio Lis (Cortes-Leiria)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007wq17

Rio Lis (Leiria)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007y40g

São Martinho do Porto
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007tryd

Berlengas
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/0007xq26

Castelo de São Jorge (Lisboa)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/000823wa

Rio Tejo (Lisboa)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00083bcr

Ribeira (Porto)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00084kf2

Convento de Cristo (Tomar)
http://fotos.sapo.pt/pulse/pic/00085pb4



Google

*Pulsar na Net

blogs SAPO
RSS